Breakfast on Pluto

May 5, 2011

“Café da Manhã em Plutão” é uma adaptação da obra literária de Patrick McCabe e foi um dos melhores filmes exibidos no Festival do Rio 2005. Além de uma direção caprichada de Jordan e um roteiro praticamente sem furos, o longa nos traz aquela que sem sombra de dúvida é a performance da vida de Cillian Murphy, transmitindo sem furos a essência da transexualidade.
Patrick "Kitten" Brady (Murphy) é uma transexual nascida numa pequena cidade da Irlanda. Filho de um relacionamento entre o padre local e uma doméstica, depois de abandonado pela mãe Kitten foi adotado por uma alcoólatra chamada Whiskers. Ao dar sinais da sua identidade de gênero feminino, o então menino Patrick sofre com a intolerância no seu lar adotivo e na escola. Decide sair em busca de sua mãe verdadeira, "Lady Ghost",  rumo a Londres. Na sua trajetória vive paixões e preconceitos, tanto por sua condição transexual com por sua nacionalidade irlandeza.
Apesar de parecer um drama denso e triste, não o é. O longa é extremamente divertido e não é ofensivo em momento algum, e ainda conta com uma excepcional trilha sonora que reúne bandas e músicos como Bobby Goldsboro, Cole Porter, Harry Nilsson, Dusty Springfield, T-Rex, Kris Kristofferson, Patti Page, Buffalo Springfield e Van Morrison, entre outros.
Outro aspecto interessante do filme é o retrato da transexualidade numa época onde a cirurgia plástica e a hormônioterapia não estavam tão populares como hoje. 
Recomendo! 

 

Tags:

Please reload

Featured Posts

Estudo Traça o Roteiro da Obesidade

October 20, 2017

1/10
Please reload

Recent Posts